Podcast e Videocast – Ferramentas Poderosas de Marketing

Podcast e videocast são uma grande tendência no mundo online. Famosos e anônimos estão criando conteúdo para os mais diversos segmentos, faixa etária e objetivos. Por conta disso, esse novo formato se tornou uma ferramenta poderosa de marketing.

Nesse artigo você vai saber como incluir o podcast ou videocast na estratégia do seu negócio e quais são as melhores práticas. 

Podcast e Videocast – Entendendo esse novo mundo.

Ouvindo podcast

Já vamos começar explicando a diferença entre os dois formatos. Podcast: é um conteúdo em áudio, praticamente uma releitura dos programas de rádio, mas você pode escutar sob demanda e em diversas plataformas. Videocast; como o próprio nome já sugere, é um vídeo que pode ser feito tanto ao vivo, como em uma gravação prévia e editada. 

Embora se trate de um conteúdo que já existe há anos, nos últimos tempos vem se popularizando. 

Segundo a Cast News, uma pesquisa foi feita pela Edison Research para avaliar o perfil e comportamento dos Super Ouvintes de Podcasts. 

  • Foi constatado que 85% dos ouvintes de podcast e videocast possuem entre 18 e 45 anos. 
  • Ouvintes que escutam 12 horas semanais? TEMOS! E essa taxa cresceu 29% a mais que nos anos anteriores. 
  • A plataforma que lidera é o Youtube (aproximadamente 55%) seguido do Spotify e Apple Podcasts.

Alguma dúvida da aderência do público a podcast e videocast? E se você está se perguntando: Ok, mas… por que meu negócio deveria ter um podcast? Vamos te responder agora no próximo subtítulo.

Por que podcast e videocast podem ser interessantes para o meu negócio?

Podcast

Segundo a Deezer o consumo de podcasts cresceu 24% somente neste ano de 2022, sendo que em 2021 foi registrado um aumento de 61%..

Se esse tipo de conteúdo tem pegado aderência da parte do público, será que não vale a pena investir?

Outro dado interessante também mencionado pela Cast News é que a maioria dos ouvintes de podcast e videocast começam a ouvir pelo primeiro episódio principalmente se tratando de áudio. E o que isso significa?

Significa que diferente de outros tipos de conteúdos como posts em redes sociais por exemplo, o aproveitamento é praticamente 100%, não se perde ou “caduca”.

Vamos também falar de monetização? O podcast e videocast também são mais fáceis de monetizar, umas das formas é por meio da publicidade. 

As famosas publis podem ser feitas durante o episódio e fica muito mais difícil de um ouvinte pular a propaganda porque corre o risco dele perder o conteúdo. 

Sem contar que é de longe mais fácil de inserir a publicidade, de mencionar marcas enquanto você fala. Exemplo: “…estamos aqui tomando o café delicioso da marca fulano de tal, vamos para a próxima pergunta…” Viu só? FÁCIL!

E como aqui nós trabalhamos com dados, segundo a pesquisa da Edison Research, 74% das pessoas super ouvintes visitaram o site da empresa ou produto mencionado. 

Você pode aproveitar o podcast e videocast para fazer a publicidade dos seus próprios produtos e serviços, formar parcerias ou quem sabe unir as duas estratégias. 

E agora? Ficou interessado em criar um podcast ou videocast para a sua empresa? Então fique aqui mais um pouco para aprender tudo que precisa e dar o próximo passo. 

Qual melhor formato para a minha empresa, podcast ou videocast?

Podcast

Essa é uma pergunta importante e a resposta é bem simples: Depende. 

Depende do tipo de negócio que você tem, comportamento do seu público alvo e claro, suas possibilidades. 

Por exemplo, você precisa saber se as pessoas que acompanham a sua marca preferem podcast ou videocast, se é uma galera que possui o hábito de acompanhar áudios por conta da praticidade então o mais interessante seria investir com mais força em plataformas que supram essa necessidade. 

Uma boa forma de descobrir o que de fato a sua audiência quer é perguntando diretamente, como fazer isso?

Você pode usar os canais de comunicação já existentes como as redes sociais, whatsapp e até mesmo uma pesquisa rápida durante o atendimento presencial pode ser válida. 

Falando agora de possibilidades. É importante também pensar no que de fato é possível para a sua empresa.  Como assim?

Se foi decidido que o formato não será podcast e sim videocast, existe um lugar apropriado para gravar? Cenário? Vai precisar alugar um local? Vai montar dentro da empresa? O que é viável? Coloque na ponta do lápis tudo!

Lembre-se do ditado: Feito é melhor que perfeito! Muitas vezes vale mais a pena começar de forma mais modesta e depois ir progredindo a fim de garantir uma frequência e constância. 

Agora, se existe a possibilidade de fazer os dois, FAÇA! Veja bem, se você já vai ter o vídeo pronto, por que não converter em áudio e postar em outras plataformas? Dessa maneira, se maximiza o alcance e resultados.
Mas essas não são as únicas questões envolvidas para usar podcast e videocast como ferramenta de marketing, veja a seguir um checklist que irá ajudar ainda mais.

5 Passos para produção de podcast e videocast estratégica

O podcast e videocast devem ser usados com estratégia para de fato serem uma poderosa ferramenta de marketing para a sua empresa. 

Sendo assim, existem alguns fatores que devem ser levados em consideração para não errar e conseguir cativar a audiência. 

Vamos ao checklist?

#1 – Qual será o objetivo do podcast e com quem vai falar?

Não adianta só querer fazer um podcast e videocast, vai fazer porquê? Pra quem? Como?

Para exemplificar melhor, suponhamos que você seja da área de design gráfico e seu público alvo sejam empresas e pequenos empreendedores, o seu podcast precisa se comunicar com essa galera. 

Não faria sentido um podcast com várias dicas de design para outros designers e sim com notícias e sacadas que esses empresários, pessoas que fazem parte do seu público possam aplicar ou passar para o time deles.

E se você está se perguntando: Como isso me ajuda a vender? O Stalo responde: Se você mostra que é bom, que tem conhecimento, trabalha sua autoridade e dá até exemplos de tudo que faz, é muito mais fácil despertar o interesse dos ouvintes para contratação dos seus serviços. 

Da mesma forma, se você tem uma empresa que vende cosméticos e quer investir no skincare e beleza natural porque não um podcast voltado para a aceitação e pele livre? Lá você pode promover sua própria marca. 

Essas dicas nos levam ao próximo item deste checklist. 

#2 – Qual será o nome do meu podcast e/ou video cast?

Já pensou nessa questão? Será que vale a pena colocar o nome da marca ou criar algo diferente mas que esteja vinculado a ela?

Para tomar essa decisão é necessário estar com o item anterior do checklist feito, porque depende do objetivo do negócio. 

Se sua ideia é promover um serviço, produto/produtos específicos da marca, seria interessante criar um novo nome e fazer um podcast e videocast que abordem o tema que eles se encaixam. 

Exemplo: Tenho uma marca de roupas slow fashion e vou lançar uma Coleção Basic, poderia criar um podcast sobre consumo consciente de moda e versatilidade, lá iria promover a coleção nova.

Vale ressaltar que o podcast e videocast podem ser contínuos, por temporada ou apenas alguns capítulos com início, meio e fim (Praia dos Ossos da Rádio Novelo é um belo exemplo dessa última opção).

A escolha do nome vai depender do seu objetivo como marca e pra quem você vai falar. 

#3 – Identidade Visual do Podcast e Videocast

Se você criou um podcast como nome e posicionamento, acaba consequentemente gerando uma possível nova marca, então irá precisar de logo e identidade visual. 

O podcast e videocast que possuem identidade visual própria são reconhecidos de forma mais fácil e ganham espaço na mente dos ouvintes, como ocorre no caso do Braincast que utiliza a imagem do cérebro em tudo que faz, inclusive no logo. 

Pense adiante, não pule etapas!

#4 – Roteiros, roteiros, roteiros!

Não é só ligar a câmera e o microfone e sair falando, é necessário criar um roteiro até para conseguir manter o posicionamento e objetivos do podcast e videocast. 

Tenha um profissional especialista de conteúdo, que consiga passar para a audiência exatamente o que é necessário de forma leve, simples e autêntica. 

#5 – Luz, câmera, AÇÃO! 

Seguiu todos os passos do checklist? Então hora de escolher o local de gravação. Se prefere gravar dentro da sua empresa, certifique-se de comprar os equipamentos necessários e com qualidade. 

Caso prefira alugar um espaço para gravação de podcast e videocast, faça uma análise do local, se  possui estrutura adequada com isolamento, equipamentos e conforto. 

Na maioria dos casos compensa muito mais para uma marca o aluguel do estúdio de gravação, visto que já proporciona todo o ambiente e qualidade sem precisar se preocupar com manutenção.

Conheça o estúdio de gravação de podcast e videocast de Rio Claro SP localizado no Stalo Lab

Estúdio de gravação em Rio Claro

Aqui no Stalo Lab temos o estúdio de gravação de podcast e videocast de Rio Claro. Pensado especialmente para trazer praticidade para os profissionais e marcas. 

No nosso estúdio você conta com toda estrutura necessária para a gravação do seu conteúdo. Temos microfones, iluminação básica, chroma key, isolamento acústico e claro, conforto. 

É possível alugar o estúdio de gravação de podcast e videocast em Rio Claro no Stalo por hora, diária ou planos mais personalizados. Ahh e não para por aí!

Você também pode fazer um teste drive utilizando o DayUse sem custo ou compromisso algum, basta clicar aqui e agendar. 

Aqui no Stalo também temos a área coworkingnesse artigo você encontrará mais detalhes. 

Agora chegou a hora da pergunta final, e então? Achou interessante a ideia de ter um podcast? Conta aqui. 

Nos siga também nas redes sociais

para mais conteúdos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
Precisa de ajuda?
Olá, Como podemos te ajudar?